Microchip porque deve colocar no seu Cão
Microchip como registrar cão na junta de freguesia

Mais Informações

Porque deve colocar Microchip no seu Cão?

Em Portugal a Aplicação de Microchip é obrigatória a partir dos 3 meses para todos os cães nascidos a partir de Julho de 2008 e para todos os que são considerados perigosos ou de raças potencialmente perigosas;

Raças Perigosas que necessitam de Microchip

  1. Cão de Fila Brasileiro,
  2. Dogue Argentino,
  3. Pit Bull Terrier,
  4. Rotweiller,
  5. Staffordshire Terrier Americano,
  6. Staffordshire Bull Terrier,
  7. Tosa Inu.

Nota bastante importante: É proibido vacinar um cão contra a raiva se este não tiver o Microchip. Os gatos também podem ser Chipados embora este procedimento só seja obrigatório se eles forem viajar para fora do país. Qualquer outro animal doméstico pode ser Chipado.

Como se aplica o Microchip?

O Microchip é um pequeno implante do tamanho de um bago de arroz que se aplica no lado esquerdo do pescoço do animal, através de uma injecção indolor.

Este mesmo Microchip contém um código de identificação individual que remete para uma ficha de registo contendo dados sobre o animal, como é o caso de Espécie, Raça, Sinais Particulares, bem como do seu proprietário incluíndo Nome, Morada, entre outros elementos.

Contudo, é necessário ter em consideração que este Microchip só pode ser aplicado por Médicos Veterinários e qualquer Centro Veterinário deve ter em sua posse um leitor de Microchips, que, ao ser passado no pescoço do animal, permite identificar um número associado ao mesmo, através do qual, se pode aceder aos dados sempre que necessário, por exemplo no caso de encontrarmos um animal que se perdeu.

Vantagens de colocar um Microchip no seu cão 

Uma das principais vantagens tem que ver com a possibilidade de identificação do seu animal em caso de perda ou roubo. Outro aspecto de extrema importância tem que ver com a facilidade de consulta dos dados do seu animal, facilitando em muitos casos a consulta do historial clínico do seu amigo de quatro patas, por parte de qualquer profissional.

É necessário registar o Cão na Junta de Freguesia?

Tal como o Microchip e a Vacina da Raiva, também o registo na Junta de Freguesia de residência é obrigatório para todos os cães. Este só é possível mediante a apresentação do boletim de vacinas com o comprovativo da vacina da raiva actualizada e o comprovativo da aplicação do microchip em duplicado.

O que deve fazer em caso de furto ou perda do seu Animal?

Em caso de desaparecimento do seu animal, o detentor do mesmo deve contactar de imediato os serviços do SIRA ou do SICAFE, um Centro de Atendimento Médico-Veterinário ou o Médico Veterinário Assistente do seu animal para que possa ser aberto um processo de Animal Perdido, devendo ter consigo o Número de Identificação Electrónica do seu animal.

A Europetnet é uma organização sem fins lucrativos, da qual o SIRA é membro, que liga diversas Bases de Dados de países europeus num único website acessível a todos os seus visitantes. Estando todos os animais inscritos no SIRA disponíveis para pesquisa nesta rede.

Este sistema permite a partilha de dados a nível europeu visto que, sempre que um animal registado em Portugal viajar para o estrangeiro, passa a ser possível apurar em que base de dados se encontra registado
e contactar o seu detentor caso o animal se perca.

Royal Canin

Pedido de Informação sobre Microchip