Carraças em Cães e Gatos

Mais Informações

Carraças em Cães.. tudo o que precisa saber!

São uns animais achatados que se alimentam lentamente do sangue dos seus hospedeiros.

As carraças escolhem cuidadosamente os hospedeiros onde se devem instalar fixando-se com firmeza na pele do cão.. ou da pessoa. Juntando a estas características têm ainda a capacidade de transmitir doenças graves como por exemplo a Doença de Lyme, a Erlichiose, a Babesiose ou a Riquetsiose.

 

Ao contrário de outros parasitas, as carraças não saltam nem voam.

No entanto elas existem em abundância na vegetação rasteira, em árvores e arbustos. As carraças detectam quando um potencial hospedeiro está por perto através de avançados sensores de emissão de dióxido de carbono, calor e humidade.

No momento em que o animal toca na vegetação, as carraças agarram-se para não o largar mais.

Principais Sintomas associados à presença de Carraças em Cães

Os sinais e sintomas associados à presença de carraças poderão incluir (dependendo do tipo da doença que estão a propagar),

  • Febre
  • Nódulos linfáticos inflamados
  • Perda de apetite
  • Letargia/apatia/inércia
  • Palidez de mucosas
  • Hemorragias
  • Inflamação articular
  • Dificuldade respiratória

A Remoção de carraças

Caso encontre uma carraça no seu cão, esta terá de ser imediatamente removida.

Instruções

  1. Com uma pinça, agarra-se a carraça pela cabeça, o mais próximo possível da pele do animal.
  2. Rodar 180º e puxar lentamente.
  3. Lavar e desinfectar as mãos e a pinça.

Nunca retirar as carraças com as mãos. Não rodar as pinças já que normalmente se separam pelo pescoço e parte da cabeça da carraça costuma continuar agarrada à pele.

Os nossos Médicos Veterinários insistem que a prevenção é essencial para garantir a saúde dos nosso animais, bem como a saúde dos seus tutores.  

A Clínica Veterinária João XXI aconselha o controlo constante

  1. Inspeccionar a pele e o pêlo do seu cão após passeios ao ar livre.
  2. A desparasitação externa é fundamental ao longo de todo o ano, com uma atenção extra durante os meses de compreendidos entre Março a Outubro. 
  3. Uso de desparasitastes administrados por via oral.
  4. Uso de desparasitastes spot-on.
  5. Uso de sprays desparasitantes apropriados e coleiras anti-parasitárias.
  6. Uso de champôs apropriados.

É fundamental consultar um dos nossos Médicos Veterinários de Família para escolher qual o melhor método de manter o seu animal de estimação desparasitado.

Plano base para prevenção de parasitas

  • Banhos regulares
  • Controlo de parasitas durante todo o ano
  • Limpar com frequência o local onde eles habitam/dormem
  • Visitas ao Médico Veterinário duas vezes por ano

Pedido de Informação sobre Tratamento das Carraças em Cães